No dia-a-dia utilizo o Eclipse para desenvolver aplicações em Java e estou bastante satisfeito com ele. Mas em relação às linguagens dinâmicas como Groovy ou JRuby (e seus respectivos frameworks web, Grails e Rails), ele infelizmente não é tão amigável assim. E apesar de serem linguagens ditas ágeis, desenvolver em um editor de textos simples não faz parte da minha definição de agilidade…

A falta de um (bom) suporte a estas linguagens no Eclipse me incentivou a buscar outras alternativas de IDEs para poder estudar e brincar um pouco com elas. Depois de algumas buscas no Google e experimentações, escolhi o NetBeans 6.5 como o ambiente mais recomendado para mim (não, este notebook não é um Mac para usar o TextMate, aqui é Ubuntu mesmo…).

Então, com a nova versão saída do forno devidamente instalada, começo a brincar com Ruby e Rails:  suporte nativo a JRuby, wizards, migrations, sccafolding, autocompletação, generators, testes, suporte a instalação de plugins para ruby e rails, tudo lá!!

Uma maravilha!! E com os atalhos configurados para ficarem iguais aos do Eclipse então…

Isso se não fosse um “pequeno” e chato pra caramba (pra não usar outra palavra que exprima com mais força a raiva que isso causa) bug do NetBeans: é comum o editor travar e o cursor fica lá sem você poder digitar nada…

Foi então que lembrei que foi por isso que deixei de usar uma versão beta há um tempo atrás: esse bug estava lá, e eu achava que era algum problema temporário na build que havia baixado. Não era!!

Pesquisando no Oráculo descobri que não era o único com este problema e que havia um bug aberto no Issue Tracker do NetBeans. E o pior: com status ABERTO e sem previsão de uma solução… E agora?? Adeus NetBeans de novo??

Comecei a ler os comentários do problema e nada… Até que entre as dezenas de posts achei uma solução prática: Rodar o NetBeans com o Java 7!!

Uma solução um tanto estranha a princípio, mas funciona: meus problemas se acabaram-se!!

Um passo-a-passo, por favor?

Abaixo estão os passos que fiz para me ver livre (até agora…) deste problema:

  1. Baixe o snapshot mais recente da JDK7
  2. Execute o instalador, que apenas descompacta os arquivos na sua máquina
  3. Altere o arquivo de configurações do NetBeans (<caminho_do_netbeans>/etc/netbeans.conf), definindo o local da JDK que ele irá usar. Por exemplo, minha configuração ficou netbeans_jdkhome="/home/wendell/desenvolvimento/java/jdk1.7.0"
  4. Execute o NetBeans!

Lembrando que não é necessário que seus projetos também passem a utilizar a JDK7 para serem compilados. Pode continuar normalmente também com a JDK6 na sua máquina…

(E eis que depois de um quase abandono, um suspiro de vida surge na Toca do Calango…)